Os hormônios da felicidade (e como ativá-los!)

Encontrar a felicidade não é só uma questão filosófica: é científica também! Farmacêuticos, médicos e outros profissionais da saúde estão unindo esforços para desvendar as reações químicas que nos fazem sentir felizes. Aqui estão algumas das respostas encontradas.

Existem basicamente quatro substâncias que, quando liberadas no organismo, ativam as sensações de euforia, prazer e alegria: endorfina, serotonina, dopamina e oxitocina. Cada uma tem um papel e elas se complementam para que a gente experimente a felicidade.

Endorfina

As endorfinas funcionam mais ou menos como analgésicos naturais. Tem cientistas que as chamam de “morfina do organismo”, pois elas provocam uma breve euforia capaz até mesmo de mascarar dores.

Para receber uma injeção instantânea de endorfina, você pode comer alimentos picantes ou, pasme: assistir a um filme triste. Essas duas ações liberam essa substância!

Além de ajudar a amenizar dores, ela também aumenta nosso sentimento de pertencimento e união social. Por isso, atividades em grupo também ajudam a aumentar os níveis de endorfina.

glass of pepper vodka and red mexican chili pepper

Serotonina

Quando a Serotonina está baixa, nos sentimos sem importância para o mundo. Aumentam a solidão e também os sintomas da depressão.

Para aumentar seus níveis, é recomendado evocar boas lembranças, como o dia em que você conheceu um amigo muito querido, o nascimento de uma criança na família, o dia da formatura ou em que passou no vestibular…

Também ajuda olhar fotos e vídeos de momentos felizes – já deu uma olhada nas “Lembranças do Dia” do seu Facebook hoje? Isso vai elevar sua serotonina!

Outras boas estratégias são: tomar sol (sempre com filtro solar, hein?) e incluir exercícios aeróbicos na rotina.

Sporty young girl running on beach

Dopamina

A dopamina é a mediadora do prazer entre nosso corpo e os estímulos externos; ela é quem nos dá motivação para realizar tarefas, fortalecendo o sentido de propósito, por exemplo.

Ela é ativada quando damos o primeiro passo em relação a um objetivo. Sabe aquela história de procrastinar? Deixe ela pra trás: faça apenas o esforço para iniciar uma tarefa que parece longa ou chata. Só esse primeiro movimento já vai ajudar a aumentar seus níveis de dopamina, trazendo mais motivação para continuar concluindo a tal tarefa oir etapas.

Para continuar liberando dopamina, basta que você trace metas de curto-prazo. Chegou o dia de fazer a faxina? Que tal quebrar essa grande tarefa em pequenas tarefas, como por exemplo “lavar a louça”, ou “arrumar o quarto”? A cada etapa cumprida, você encontrará mais forças para realizar o todo!

Woman Loading Plates Into Dishwasher

Oxitocina

O hormônio do abraço! Mães, por exemplo, são invadidas por ele no momento do parto, para que seu vínculo emocional com o bebê seja fortalecido.

A Oxitocina nos aproxima do outro, encorajando-nos a fazer laços de amizade, confiaça, carinho e amor.

Para receber um boost de oxitocina, basta um abraço, uma massagem ou olhar nos olhos de alguém que você gosta por alguns segundos. Outro ato que aumenta os níveis dessa substância é o ato de presentear ou de doar – que tal ver se aquela instituição de caridade cujo trabalho você admira não está precisando de alguma coisa?

Melhor ainda que dar, nesse caso, é compartilhar: tente ir além da doação de dinheiro e alimentos – esteja presente ajudando essa instituição ou alguém que precisa!

Group Of People Hugging Concept

BÔNUS: o Cortisol

Enquanto as outras substâncias mencionadas aqui ajudam a aumentar a felicidade, o cortisol tem um papel fundamental no equilíbrio do nosso organismo.

Quando enfrentamos estresse, seus níveis aumentam, nos ajudando a tomar atitudes rapidamente. Mas quando uma pessoa sofre de estresse crônico, ele aumenta, levando ao aumento de gordura localizada na região abdominal, aumento de peso em geral, vontade repentina de comer doces, cansaço e outras cositas más.

Portanto, fique de olho nos seus níveis de cortisol junto ao seu médico! Eu também falo sobre como ajudar a controlá-lo aqui e aqui!

Viu só que interessante que é essa tal de #CiênciadaFelicidade?

Image Map
22712
Views

Comentários