Pele dos joelhos, dos cotovelos e das axilas escura? Saiba como evitar!

^6A9C14B737E153AAD0786FD1B51076C88FFAF2EE5E71B413AA^pimgpsh_fullsize_distr

Quem aqui já ficou “P” da vida por causa do escurecimento da pele, que costuma afetar, principalmente, as axilas, os joelhos e os cotovelos? Eu mesma fico muito brava quando me deparo com uma manchinha escura nessas regiões. Mas a boa notícia, minha leitora, é que dá para evitar esse problema com algumas medidas simples. Mas antes de eu contá-las pra você, vale a pena saber: por que a pele dessas regiões costuma escurecer?

A axila, a virilha, o cotovelo, os joelhos e até mesmo a parte interna das coxas são as regiões mais suscetíveis ao escurecimento por estarem constantemente submetidas ao atrito, à umidade e ao calor local – fatores que provocam uma reação do nosso próprio organismo que, na tentativa de se proteger dessas agressões, ativa os melanócitos, que são as células produtoras de melanina, responsáveis pela pigmentação da pele. Um grande erro de estratégia, não é mesmo? Rs

Para piorar, a intensidade desse escurecimento também depende das características da pele. As células de mulheres negras e morenas, por exemplo, produzem mais melanina, por isso, elas estão mais sujeitas à hiperpigmentação. Mas as regiões que sofrem atrito e irritações constantes também podem escurecer independentemente da cor da pele, viu?

Ah, outro fator que potencializa o aparecimento de manchas é o excesso de peso, pois o maior depósito de gordura em regiões de movimento, como a parte interna das coxas, promove maior atrito. É por essas e outras que a hidratação caprichada nessas áreas serve como prevenção. Afinal, ela ajuda a reduzir a fricção na pele e, consequentemente, o seu escurecimento.

Portanto, minha querida, aposte em cremes formulados com ativos altamente hidratantes e no famoso óleo de amêndoas. Também vale aplicar talco (sim, talco!) diariamente nos locais que sofrem mais atrito e usar peças íntimas mais longas, parecidas com shortinho, para proteger as coxas.

Ah, e como o uso de roupas justas, especialmente as de tecidos grossos e ásperos, são um risco a mais para quem já tem propensão ao escurecimento da pele, por funcionarem como uma espécie de “lixa”, dê preferência às roupas mais confortáveis, tá? Além disso, tome cuidado na hora da depilação com a cera quente ou a lâmina, investindo na hidratação e na esfoliação da pele.

E o mais importante: ao contrário do que muita gente pensa, a exposição ao sol por si só já promove o aumento da produção de melanina, portanto, tende a escurecer ainda mais as manchas. Por isso, não se esqueça do nosso melhor amigo, o filtro solar.

______________________________________________________________

Dicas de ativos Galena para fórmulas manipuladas personalizadas

Uma boa maneira de combater o escurecimento da pele é investir no HentoWhite, ativo da Galena derivado do resorcinol (composto químico com propriedades antissépticas, queratolíticas e anti-inflamatórias) que reduz a atividade da tirosinase (enzima envolvida na síntese de pigmento), sendo indicado para auxiliar no combate às manchas causadas pela idade e pelo fotoenvelhecimento e manchas provenientes da depilação, normalmente acometidas nas axilas e virilhas.

Além disso, o uso do mix de alfa-hidroxiácidos, o ALFAMIX, que conta com a ação conjunta do ácido glicólico, ácido láctico, ácido málico e ácido tartárico auxilia em proporcionar um efeito de peeling na pele, facilitando a renovação celular e deixando a cútis mais sedosa e macia.

Image Map
1342
Views

Comentários