Protetor solar: como escolher o seu sem cair em ciladas!

Protetor solar: como escolher o seu sem cair em ciladas!

blog

Fui procurada pela redação do UOL Universa para ajudar as leitoras a escolher e usar protetor solar que vai proteger e cuidar da pele corretamente!

A Renata Telles, do Universa, editoria superbacana do UOL, procurou a opinião de farmacêuticos para criar um guia incrível pra você, que quer chegar no verão linda, radiante e protegida das queimaduras e do envelhecimento precoce causado pelos raios UVB e UVA! E, entre esses especialistas, figura esta farmacêutica que vos escreve… que honra!

Eu falei especificamente sobre dois assuntos. A questão do uso de protetor corporal no rosto e a importância de prestar atenção em mais qualidades além do FPS (Fator de Proteção Solar).

Não use protetor corporal no rosto!

Eu expliquei que os protetores solares para corpo têm uma composição bem diferente das fórmulas faciais e que muitas vezes têm ingredientes comedogênicos, que tampam os poros e ocasionam espinhas, cravos e afetam a qualidade geral da pele. Além disso, é recomendável que qualquer fórmula que você use no rosto tenha antioxidantes e uniformizadores, como o Nikkol VC-IP. Esse ativo é uma evolução da Vitamina C, hoje considerada essencial por qualquer dermatologista ou farmacêutico especializado em dermocosméticos!

Protetores solares geralmente são super instáveis. A Vitamina C, também. Quando falamos que algo é instável, isso quer dizer que aquela fórmula ou ingrediente, caso não seja formulado corretamente, perde sua efetividade. O Nikkol VC-IP é uma forma da Vitamina C muito mais estável, o que garante a efetividade dos produtos manipulados com ele! Incrível, né?

Nesse mesmo quesito comentei sobre Lumicease, uma super novidade que prepara, previne e repara danos causados por todo tipo de luz. Por mais que você pegue pouco sol, aposto que costuma passar boas horas na frente de dispositivos como celular ou computador. Eles emitem luz azul, que é tão prejudicial pra pele quanto os raios solares: ela envelhece e agride, desestabilizando a saúde da derme e causando rugas. Aliás, o Lumicease ajuda a diminuir as rugas em até 27%!

 

Não escolha apenas pelo FPS!

PPD e IR (Infrared) também são importantes. O PPD é proteção contra os raios UVA. Já o IR é uma radiação que afeta profundamente a derme, prejudicando as fibras de ancoragem e sustentação. Se você se preocupa com combate à flacidez e manutenção dos contornos da face, precisa estar muito atenta a isso!

E olha, tem muuuuita dica boa lá. Acesse a matéria completa e confira!

Minha dica final é: pra botar em prática as minhas dicas e as dos outros especialistas, nada melhor do que consultar sua/seu dermato e pedir uma fórmula manipulada de acordo com elas, especializada nas necessidades da sua pele.

Uma fórmula feita pra sua idade, porque TUDO muda dos 20 pros 30, dos 30 pros 40, dos 40 pros 50 e daí pra frente! Que seja ideal pro seu tipo de pele – oleosa, mista ou seca. Que tenha componentes rejuvenescedores ou preventivos ao envelhecimento (tem muita dica de ativos que você pode pedir pra incluir na sua fórmula aqui no blog). E, ainda, que esse protetor solar feito especificamente pra você seja bacana pro seu tipo de rotina de beleza e cuidados, que leve em conta os outros produtos que você já usa, desde o hidratante até a maquiagem.

Também é legal lembrar: os estudos mais recentes mostram que a poluição (tanto a atmosférica quanto a eletromagnética) é tão prejudicial à pele quanto os raios UVB e UVA. E não há um produto melhor do que o protetor solar pra incluir ativos antipollution como I-Defender, Pollushield e Filmexelassim, você já sai de casa todo dia “blindada”!

Bora #mandarmanipular e curtir uma pele protegida e linda!

Image Map
94
Views

Comentários